fevereiro 06, 2006

tread softly



Para o Pedro que hoje, ao sol, me lembrou ( sem se lembrar
muito bem ) de Yeats e que amanhã parte,
levado pelo o ar de todos os pássaros...
( vai ser muito bom! )

E este era o poema. É um dos mais conhecidos e repetidos e...
mas arrepia-me sempre que o leio ou, melhor, quando o ouço na voz.

Had I the heavens' embroidered cloths,
Enwrought with golden and silver light,
The blue and the dim and the dark cloths
Of night and light and the half-light,
I would spread the cloths under your feet:
But I, being poor, have only my dreams;
I have spread my dreams under your feet;
Tread softly because you tread on my dreams.

Tivesse eu as bordadas vestes dos céus
tecidas com a luz do ouro e da prata
o azul e o sombrio e os negros trajes
da noite e a luz e a média luz
Eu espalharia essas roupas sob os teus pés.
Mas, sendo pobre, tenho apenas os meus sonhos.
Tenho espalhado os meus sonhos sob os teus pés.
Pisa suavemente, porque caminhas sobre os meus sonhos.

foto: ParkeHarrisson

9 comentários :

Flip disse...

Posso-te perguntar como achaste o meu cantinho?

Anónimo disse...

aaaaaaaahhhhhh Dora bastaram 20 minutos...não foi no primeiro minuto que te vi trabalhar com as crianças....para saber a infinita beleza que em ti existe...:), um abraço terno e afectuoso com o desejo de rever-te:))Teresa

Anónimo disse...

não! foi no primeiro minuto que te vi...

dora disse...

:)

que bom aquele encontro no CAM, Teresa, até breve, sim!

125_azul disse...

Esse seu encanto, a dizer suavemente palavras lindas, mesmo que inventadas por outrém!

125_azul disse...

Dorinha, 125 azul não é a Fábia, sou eu, dmalaia.
O blog que a Fábia criou, inspirada pelo seu é www.bichokumdum.blogspot.com

Angela disse...

Dulce nos conhece e aproxima...
gosto de tudo que colocas neste espaço e me impressiona pois, muitas, são também referências minhas... Identificação faz a gente sentir-se em companhia, não?

A partir deste poema do Yeats que é muito especial escrevi:

Sonho

Tirei do fundo do cesto
As asas que escondia
e visitei seu jardim
sobrevoando flores.
O odor que espargiam
adormeceu-me pronto.
Em teu sonho já estou.
Cuida,
não me acordes!

Angela, 1/07/2002.

rafaela teves disse...

Uaaaaa....

(silêncio.suspiro.silêncio)

Calais Pedro Family disse...

Tambem adoro este poema. Ja leste com certeza o Whe you are old. E tao lindo! ...But one man loved the pilgrim soul in you...E essa alma que e preciso nutrir, fazer sorrir e amar...