abril 13, 2007

guarda-chuva... chapéu de sol... sombra pequenina: sombrinha... paraqueda(s)...








o cogumelo
Por que é que o cogumelo,
nunca tira o chapéu?
É porque não tem cabelo
ou será porque tem medo,

que lhe caia em cima o céu?




img: leo hillier . poema: jorge sousa braga
ps. se só se guarda uma chuva... se os chapéus não são de sois...
por que razão em português esperamos sempre as quedas no plural?

8 comentários :

Fábia S disse...

Adorei estas duas últimas. aqui dizemos guarda-chuva..... Beijo.

Margarida disse...

O cogumelo foi um dos mais apreciados pelos meninos. O meu tapete mágico já entrou em funções e tem sido um êxito. Obrigada pela partilha... depois de experimentar custa-me imaginar outra forma de uma turma ler 24 poemas de seguida, durante mais de uma hora, num frémito de prazer e entusiasmo contínuo. É espectacular! Se não chover, levo-o no nosso próximo encontro - 23 de Abril. Pode ser que entusiasme mais alguém...
Um bj
Margarida Costa

pedroludgero disse...

Aliás:

o que pode ser (ou não) venenoso, é o chapéu ()

UrsaM disse...

ah! esta sina, este fado...
não é que o recebemos por herança?

intruso disse...

chapéus bonitos e por vezes venenosos.
:)
a imagem e o poema não podiam estar mais em sintonia...

p.s.
(é que somos mesmo pessimistas,
será?)

Mushroomdeluxe disse...

a boa educação, obriga-o apenas a tirá-lo às senhoras...

ana ventura disse...

:) só tu para partilhares estas coisas simples e lindas de todos os dias. Até Sábado?

magarça disse...

Lindos cogumelos :) Eu gosto de os imaginar como em criança, quando os desenhava: uma casa com telhado.