abril 10, 2007

plantas





foram fotografadas pelo sol num amor longo. o papel roubou-lhes as sombras e guardou-lhes a alma. Só se deixam ser vistas por determinadas pessoas, dizem que muitos poucas, pessoas que têm uns olhos especiais imunes ao negro das sombras.
foi fotografada pela areia num amor longo...
o fabuloso livro é o Grand Herbier D'ombres da lourdes castro. a areia é de um lugar próximo no tempo.

9 comentários :

teresa disse...

Sabe bem ser surpreendida por tão belas fotos! obrigada.

kikazinha disse...

Continua suave como as claras em castelo (a neve dos ovos) este teu blog :).

Beijinho grande

cs disse...

também achei, uma suavidade que me agradou.
gostei
:)

helena zália disse...

Simplesmente lindo!
:)

Cometa 2000 disse...

Muito bonito. Dá vontade de folhear o livro e ficar a olhar...

125_azul disse...

E que todos os amores sejam assim longos e bonitos...
Desejo que a áscoa tenha sido feliz. Beijinhos

julia.m disse...

As fotografias são belas, mas as plantas ...transmitem-nos amor, calma e vida. Mais uma vez Parabéns pelo bom gosto. os valores estéticos, por vezes estão tão esquecidos.
bj.

intruso disse...

[esse livre é mesmo FABULOSO...]

bons dias de sol

:)

.cecilia. disse...

qué hermosas imágenes! gracias por por compartir la belleza que encontrás en el camino.
un abrazo grande