janeiro 05, 2007

quase muito fácil...

"Não faço planos para a vida para não atrapalhar os planos que a vida tem para mim."

Perdi-lhe a origem. Mas a frase guardou-se-me dentro. Acordou por estes dias, contrastando com as urgências dos tempos que correm.

Um resquício de memória diz-me que deve ser de Agostinho da Silva. A liberta (clara)evidência das palavras parece confirmá-lo.

img. martin o'neill ( pormenor )

7 comentários :

helena disse...

"E quando pensamos
que sabemos as respostas todas,
vem a vida e
troca todas as perguntas."

Também lhe perdi a origem mas a frase...

Pos é...

Bjs

UrsaM disse...

Muita sabedoria!
um beijo, da Angela.

Selma disse...

Se pudesse ser sempre assim...

Parabéns por toda a beleza e carinho que nos abraça quando aqui espreitamos.

intruso disse...

...é uma bela ideia de vida,
ideia para 2007 e anos futuros...

;)
Bom Ano!

Carpinteiro disse...

E grandes planos devem esses ser, lê-se nas entrelinhas da afirmação confiança e liberdade também!

rapaz disse...

Cara Dora,
a frase pertence a Agostinho da Silva, e julgo dizer 'o Universo' no lugar de 'vida'. é uma frase, um pensamento, uma forma de estar, que me diz muito, também.
gosto muito do teu espaço.

rapaz disse...

Cara Dora, realmente não estou certo. Certo de que foi Agostinho da Silva que a proferiu, sim. Quanto à substituição de 'universo' por 'vida' não estou.
Andei a pesquisar, e tudo o que encontrei foi com 'vida', o que pode ser um desvio. A primeira vez que li a frase foi com 'universo' e assim a memorizei, porém não me lembro da sua fonte. No seu sentido mais amplo é indiferente. Para mim, uma questão de respeitar as palavras, porque as duas não são a mesma coisa.

obrigado Agostinho, que sejas eterno