julho 10, 2006


ouvi-a muitas vezes... e tenho a
certeza que em todas fiquei sempre
mais aflita do que eles na floresta e na casa
da bruxa, apesar dos doces ...
( é que éramos sempre nós, eu e tu, Caia. )
O meu medo irresístivel, o meu desafio: Hansel e Gretel.

11 comentários :

UrsaM disse...

Será que todas as crianças tem memórias focadas em contos de fadas?
Estar longe de casa pode ser um tormento para algumas! Tive tanto medo em OZ!
Ainda bem que tinhas Caia!

Mir disse...

Acho que é a história que sempre me assustou mais. Talvez fosse a parte dos doces que criava uma identificação muito forte...

125_azul disse...

O pior dessa história era a disposição do pai para abandonar sistematicamente os meninos na floresta. Isso e os passarinhos a comerem todas as migalhinhas salvadoras; e a bruxa a apertar o ossinho de galinha para ver se o menino já estava gordinho para ela o comer...ai, é tudo complicado nesta história... beijinhos

katraponga disse...

Eu adorava estas histórias.

Anónimo disse...

a mim nunca me contaram estórias, e não podia acender a luz para ler. pois... tb não tinha livros. e sim, levava porrada todos os dias. às vezes a estória mais assustadora é a da própria vida, as outras são apenas um clítoris dessa tristeza.
well... fuck it! :)

intruso disse...

a ilustração é excelente!
(o medo é-nos quase sempre irresistivel, não vale a pena fugirmos de nós...)
:)

planaltobie disse...

Os putos safam-se, né?! ...Então, tudo bem!

planaltobie disse...

Aaaaah, já tem fader, muito bem!

Ana disse...

Sonhei com a Professora !
e não, não havia uma bruxa ...
vamos deixa-las nos contos de fadas !!! lá elas sao mais importantes ...
Quer dizer, quem nos dera a nós, adultos (alguns sem imaginação) que as nossas "bruxas" tivessem uma casa de chocolate ... para nosso azar, as nossas "bruxas" vêm mascaradas de boas pessoas !!!

Tenho saudades suas ..
preciso de sonhar

Ana

Alexª disse...

Que lindo

an ordinary girl disse...

Engraçado!!! Ainda este fim de semana vi Hansel e Gretel, em dvd, com minha filha.

Um beijinho, Dora.

PS: os Muse são dinamarqueses, enganei-me ao escrever, desculpaaaaaaa.