fevereiro 07, 2007

transpareSer



Sou feita de linhas que sobem e me levam, disfarçando agarrar-me à terra. Nos dias de chuva ( como hoje ) as asas florescem em segredo para que, se quisesse, ........
e depois o chão que me aflige é espelho de papel vegetal. E assim eu fico, porque não piso, e guardo-me quieta aqui, nestas imagens.




A c.r. é minha colega. Cruzamo-nos às vezes, sempre rapidamente. Conhecer-lhe os trabalhos, os que guarda em mia´s stories, foi uma espécie de conversa longa, ponte/os e fios.




3 comentários :

Mir disse...

Cada vez mais as minhas linhas se fazem de ferro e cimento endurecendo as asas, por isso me sabe tão bem passar por aqui...
Bom fim-de-semana!

rafaela teves disse...

Ai....

Dora B.!
Só o B. me faz aflição, quanto mais Dora...

Arrepio, a cada visita...

Lindo...
Lugares que não existem jamais, a não ser aqui...

mia disse...

obrigada Dora por me incluires no teu blog e nas tuas palavras.
beijinho